Você sabe o que é um profissional polivalente? Segundo o dicionário, polivalente significa “indivíduo que tem várias funções, que mostra muitas valências e utilidades”. O que isso representa para você? Pense...

 

O mercado de trabalho está cada vez mais exigente e competitivo. Para conseguirmos reconhecimento e destaque é necessário apresentar um diferencial. Já passamos do tempo onde apenas cumpríamos as tarefas de forma maquinária e rotineira. As empresas precisam de mais.... Elas querem mais.... Com isso, quem oferece mais se estabelece e cresce.

 

Ser polivalente significa “sair da casinha” e agregar de outras formas. Ter interesse em aprender e usar a proatividade é um bom caminho. Grandes líderes conseguiram os seus espaços depois de um forte envolvimento com a empresa e com o resultado. Estar atento às oportunidades é fundamental. Quantos colegas que estão ao nosso lado podem nos ajudar com as suas experiências? Quantas situações poderíamos contornar se nos envolvêssemos e ajudássemos de forma mais intensa?

 

As empresas buscam recrutar um funcionário “plural”. A multifuncionalidade de um colaborador representa um grande ganho para um empreendedor que deseja crescer, principalmente em tempos de crise. O funcionário ideal deve ser polivalente não no intuito de passar por cima do colega, mas sim para agregar de forma mais significativa ao resultado. Como características, o polivalente possui:

 

 

  • Bom relacionamento interpessoal

  • Iniciativa

  • Proatividade

  • Disposição para treinamento contínuo

  • Vontade de crescer

 

 

Além das oportunidades dadas dentro da empresa é interessante buscar mais conhecimento por fora. Investimentos pessoais como cursos, pós-graduação, grupos de discussão, palestras e workshops são essenciais e mostram o interesse em crescimento. Estar qualificado para enfrentar vários desafios é um grande diferencial.

 

Com tudo, a postura polivalente fornece ao colaborador conhecimento em outras áreas, mais qualidade e maior resultado, não conformidade com as “zonas de conforto” e maior projeção dentro da empresa, ou seja, o funcionário com este perfil só tem a ganhar.

 

Aproveitar o momento conturbado da crise econômica para mostrar as nossas “valências” pode não só nos manter empregados, mas podem nos levar ao caminho mais rápido do crescimento profissional. Pense nisso...